quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Prazer



Beija-me de mansinho
Roça teus lábios nos meus 
Quero senti-los

Passe de mansinho tua língua gostosa nos meus
Suspira de mansinho nos meus ouvidos
Quero sentir teus sussurros 

Beija cada milímetro do meu corpo
Saboreia bem 
Faz me sentir especial nos teus beijos

Beija-me
Chupa-me
Penetre-me
Faz me sentir-te


Ama me como se fosse primeira vez.

5 comentários:

  1. kida kel poesia tem td a ver ku mi.... aodrei!
    força nha amiga... DNB

    ResponderEliminar
  2. Nossa mulher! Posso me referir a ti assim? Mulher? Tu es fémia no poema. É o primeiro contacto que tenho contigo e logo fizes-te-me viajar. A um tempo em que os instantes eram ifínitos. Porque vividos em paixão.

    ...

    Adorei o poema

    Vou embragar no teu blogue.

    Posso!?

    Apaixonado

    ResponderEliminar
  3. Nas linhas que escrevestes, as vivas estampas de um desejo da mulher: ser amada sempre e sempre. cortejada, desejada,beijada,entrelaçada nos braços que se abraçam,no calor de corpos que sufocam. no ardor dapaixão com muito tesão. viva!

    ResponderEliminar
  4. você transparece calor em meio ao tesão das que sabem o que quer; são vivas e desejam viver o amor em toda sua plenitude.
    Artemisa... te abraço num amaço de desejo. se topares vamos navegar em sonhos , experimentar nos beijos , até chegarmos a transbordar num intenso gozo...

    ResponderEliminar