sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Quando o biroti não quer



Porque não consigo chorar
Já sei! Não tenho olhos
a boca não muda
a posição mantém-se
a carrasco chega
muda-se de lugar
o rabo que esquenta
- esfria-se -
a erecção que me serve
morre no chuveiro
reivindicar não posso
Queria pedir
Queria ser apalpada
Queria ser chupada
Queria apenas mocar,
foder, transar, não sei,
não importa
Queria ser comida
                          mas...
apenas entra o ar
que esfria a quentura do meu vermelhão. 

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Boka tardi

Na fuku-fuku di boka tarde
na madorna sol sukundi kabesa,
brinkadera komesa
pa ka fla korida,
na trabessa tanki
dentu fodjada mamai
n'brudjadu kai na fixon

murmuri baxu pa katxor ka obi,
boka na kumpanheru
mó na katxu d'obo
rabadidja skecedu
pamodi k sta na moda é katxor na mota

ora bem,
ora bai
orbadju kai
massapé kola na mama kadera
kanto leti ta kai
boka dja abriba.

Imagem