sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Quando o biroti não quer



Porque não consigo chorar
Já sei! Não tenho olhos
a boca não muda
a posição mantém-se
a carrasco chega
muda-se de lugar
o rabo que esquenta
- esfria-se -
a erecção que me serve
morre no chuveiro
reivindicar não posso
Queria pedir
Queria ser apalpada
Queria ser chupada
Queria apenas mocar,
foder, transar, não sei,
não importa
Queria ser comida
                          mas...
apenas entra o ar
que esfria a quentura do meu vermelhão. 

Sem comentários:

Enviar um comentário