domingo, 2 de dezembro de 2012

kabadura


suave
fresco
morno
agre-doce
o branco que sai
à pele torna-se transparente
num salto um golo
num cesto uma fruta transforma

quando na boca entra
é sugado pela língua
quando na garganta desliza
os desejos florescem

imagem

Sem comentários:

Enviar um comentário