segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Deserto nua

Despi o amor a cama
perdi as nupcias o encanto...;
o fugaz fugiu
vesti-me d'água

Ao monte grita.
...no quarto onde as bestas berram
   os gatos não relincham

O desprezo,
a insuficiência de ao lado ter
faz aumentar a respiração do toque,
as palavras do dedo na morte do momento...
...alivia o sufoco.


domingo, 6 de setembro de 2015

abo

kada bez k'm pára
ideia bua

dedu abri
kankaram txuki
saluz korri
sem n'kré mas ku xintidu n'el

rabu kurva
duedju kapri
tudu ki era si - priska
sem n'kré mas ku xintidu n'el