sexta-feira, 28 de outubro de 2016

contra elas

Dispiu-lhe o chão
acolheu o baixo
aperta abrupta apta a tábua
o entrar da régua a impede
esfrega espora não resvala
apertou esfolou
lambeu amou gozou

a vontade ...ela emulou o desejo

quarta-feira, 15 de junho de 2016

meu vinho

sopra assim, assim...
          morde os cantos
          os lábios calam-se

sopra assim, assim...
         muda a língua
         assim, assim quente
             o governo também o faz

desce e sopra assim, assim
            vamos mudar
            os ventos mergulharam na corrente

morde assim, assim
           aos pés salientes dos seios
           deixa que a pele sinta as garras da tua corrente

sopra...deixa balancear esses vulcões
            que carregam os pés das tuas costas
            preparei os dentes para amparar o vinho que jorra entre eles

segunda-feira, 16 de maio de 2016

sem

Sem poi
                 ...Tra
Kabesa ka odja nem xinti
Dedu kurva
Petu ka sakudi
Meio subi
Baxu xinta
Si sabura ka santu
Xinti ka pekadu
                        ...Afinal
Txorix ka tem marka

IMAGEM

segunda-feira, 21 de março de 2016

di ripenti

...
vaziu
...

era mudjer ou kudjer
era deusa na strala
era era na era

era silaba na nhas palavras
era gostu nhas bejus
teson na nhas vontadis

era tudu nha era
era nha era de ser era

domingo, 6 de março de 2016

...a ele



Longe a cabeça,
muitas vezes pensei em deixar-lhe
Sem inferir,
o feiticeiro coração alertou ao perigo

O jeito amargo de correr o murro contra a vulva
afoga a tempestade

O selvagem a vinho que ele encosta
faz a leveza voltar a vinagre

A certeza de lhe querer,
faz cada minuto com ele
tornar um infinito em mim